Entrevista exclusiva com DreamFest Entrevista exclusiva com DreamFest
O Soda Geek conseguiu uma entrevista exclusiva para os nossos bebedores de soda. Conversamos com a organização do evento Dreamfest, que até recentemente era... Entrevista exclusiva com DreamFest

O Soda Geek conseguiu uma entrevista exclusiva para os nossos bebedores de soda. Conversamos com a organização do evento Dreamfest, que até recentemente era chamado de Animasul e que, devido a um processo judicial, foi obrigado a trocar de nome.

Na entrevista, que você lê logo abaixo, a organização fala um pouco sobre seus planos para 2014 e afirma que não sabia da existência do evento Animesul. Vale ressaltar que na entrevista a organização cita também a loja Animesul, que nada tem a ver com o evento de mesmo nome.

Confira o bate-papo:

Soda Geek : Como vocês resolveram entrar no mercado de eventos?

DreamFest: Sempre fomos fãs de eventos, mas a ideia inicial surgiu em meados de 2008 mas não conhecíamos eventos aqui no sul e a ideia veio depois que alguns membros voltaram de São Paulo. Em 2011 Alguns membros fizeram parte de outros eventos até que em 2012 a produtora foi fundada.

SG: O que muda do primeiro Animasul para esta segunda edição, além da troca do nome?

DF: O Mais notável seria o local do evento que passou de um colégio que suporta 3 mil pessoas para o Pepsi on Stage que suporta até 7 mil pessoas. O Nível de atrações também subiu e agora estamos trazendo duas atrações internacionais. A equipe do evento aumentou significativamente e utilizamos outro sistema de trabalho.

SG:  A que se deve a divisão da Coruja Produtora?

DF:Após o primeiro evento notamos que deveríamos separá-la para que cada produtora desse mais atenção a certas áreas, assim poderíamos oferecer um trabalho muito melhor.

Soda Geek : Ainda teremos novidades anunciadas até a data do evento?

DF: Teremos sim, anunciaremos algumas novas parcerias e estruturas, alem do cronograma, mapa e etc.

Soda Geek : Na área VIP o atendimento será feito pelo Maid in Poa, como vem ocorrendo em outros eventos?

DF:Sim, lembramos que as Maids estiveram em nossa primeira edição.

SG: Além do Animasul, quais outros eventos vocês já têm em planejamento? Eles já tem datas?

DF: Teremos o Dream Fest para outubro agora, mas em 2014 pretendemos expandir a marca da empresa para outros seguimentos de eventos sem deixar de seguir o tema de cultura pop.

SG : A troca de nome teve a ver com o processo judicial aberto pelo Anime Sul? Em um primeiro momento vocês chegaram a dizer que não trocariam o nome, mas o que se viu foi o contrário. Por que mudaram a marca?

DF: Algumas semanas antes da primeira edição do evento ficamos sabendo sobre uma loja que se chamava Anime Sul (Algo assim) mas como já estávamos em cima da data do evento não poderíamos trocar de nome, logo apos o evento foi nos informado sobre o evento que outrora foi realizado a muito tempo atrás e então entramos em contato com a empresa que mantem nossos registros e não foram encontrados registros deles como eventos, apenas loja. Entretanto já preparávamos o anuncio da troca de nome para 2014 e só resolvemos antecipá-la um pouco.

SG: O que os levou a desistir da marca Anime Fest, que já havia sido oficialmente anunciada aos cosplayers?

DF: Foram Passados 2 nomes para ver a aceitação que o público teria, esses nomes foram passados para outros grupos, canais e redes de conteúdo pop.

SG: Ainda sobre Animefest, alguns meses atrás vocês chegaram a divulgar esta marca como sendo de um evento diferente do Animasul. Este plano ainda está de pé?

DF: Sobre o AnimeFest, ele pode chegar a acontecer mas isso seria em 2014 e seria um projeto paralelo e de uma unica produtora.

SG: Temos visto muitos comentários negativos do público em relação à primeira edição de vocês. Vocês tem conhecimento desses comentários? Como os avaliam?

DF: Desde o dia em que fundamos a produtora nós damos espaço para que o publico opine sobre as atividades da produtora, após o primeiro evento notamos que alguns problemas se tornaram evidentes por causa da falta de experiencia e continuamos a procurar o público para que opinassem com criticas para que nossa equipe pudesse melhorar o trabalho. Lembramos também que fomos um dos primeiros a criar perfil para contato pessoal com o público, grupos livres e atualmente temos outras ferramentas para contato como o Ask.fm.

SG: Quando vocês se pronunciaram a respeito de nossa última matéria sobre a troca de nome do evento, citaram que estariam sendo atacados pelos eventos mais antigos. Não faz sentido para vocês que os eventos mais antigos estejam preocupados com a imagem do mercado que construíram no estado depois da repercussão ruim do primeiro Animasul?

DF: Alguns desses eventos estão sendo criticados por problemas a anos então creio que esse não seja o motivo, entretanto em nosso primeiro evento colocamos aproximadamente 3 mil pessoas durante um único dia de evento e para uma marca nova isso é um numero extraordinário e acreditamos que esse seja o ponto. Tivemos nossos problemas na primeira edição e não negaremos isso e o que temos a dizer ao público sobre isso é que trabalhamos durante meses para solucionar esses problemas e no dia 6 de outubro estaremos realizando shows incríveis e um evento que não deixara a desejar.

contato

contato

  • Amanda Trindade

    set 27, 2013 #1 Author

    Este evento Anime Sul a qual se referem seria aquele que ocorreu em 2009 na Usina do Gasômetro ? Bom… sendo esse… só queria deixar um comentário referente à ultima pergunta: Se eu fosse organizadora daquele evento, não ia aceitar o nome parecido pois realmente o de 2009 foi muito melhor.

    • John Weing

      John Weing

      set 30, 2013 #2 Author

      Sim, o Anime sul que teve suas duas edições em 2006 e 2009.